Total Pageviews

There was an error in this gadget

Friday, November 27, 2009

Jorge Tadeu ofereceu património à Josafat


Os bens que pertenciam à extinta Igreja Maná foram oferecidos à Josafat, pelo próprio apóstolo fundador, incluindo os imóveis

Uma carta do dia 25 de Julho deste ano, assinada pelo presidente da Maná Igreja Cristã, Jorge Manuel Guerra Tadeu, enviada ao seu homologo da Josafat Angola, cujo nome não está especificado no documento, indica que todos os bens foram cedidos a essa nova denominação religiosa.
Segundo o documento, em posse de O PAÍS, Jorge Tadeu (portador do passaporte português n.º J750822, emitido pelo Governo Civil de Évora) “passa todas as propriedades, bens móveis e imóveis da Maná-Igreja Cristã”.
Esta transferência acontece um ano depois de o Estado angolano ter revogado o reconhecimento da extensão da Igreja do apóstolo em Angola, que tinha sido feito através do decreto-lei 14/92 no Diário da República n.º15, 1ª Série, cessando assim todas as suas actividades no território nacional.
O Ministério da Justiça justificou a medida com o facto de a Igreja Maná ter violado sistematicamente a Lei vigente e a ordem pública.
A entrega do património à Josafat acontece numa altura em que duas outras representações fundadas por antigos membros da Maná também reclamam uma parte do património da extinta Igreja.
O PAÍS apurou que no início deste ano, a Igreja Arca de Noé, representada pelo escritório de advogados António Penelas & Associados, escreveu à ministra da Justiça, Guilhermina Prata, com conhecimento à antiga directora do Instituto Nacional para os Assuntos Religiosos, Fátima Viega, no sentido de todo o acervo da Maná ficar sob a sua alçada.
Entre os bens reclamados pela Igreja Arca de Noé constam as igrejas do Golfe II, Petrangol, Sonefe, Nzamba 4, Samba, Futungo de Belas, Artesanato, Viana e todos os terrenos cedidos pelo Estado à extinta Igreja Maná.
Na mesma luta está também a Igreja Sal da Terra, do bispo Fleitas Gâmboa.
Em entrevista a este jornal, ele garantiu que aceitaria o património da ex-Maná. Segundo ele, “é necessário entender que as instalações foram dedicadas para pregar o evangelho, não especificamente para fazer comércio ou outro tipo de coisa. Claro que aceitaria e não olhava para trás, porque são capazes de encher em pouco tempo”.
Ele também garantiu que escreveu às ministras da Justiça e da Cultura a solicitar as instalações, “mas não tive qualquer resposta”. Para ele, a Igreja Josafat também pertence a Jorge Tadeu, porque o nome é semelhante ao que o apóstolo atribuiu à sua aeronave particular. “É só abrirem o site e vão ver de quem é a Igreja. Oficialmente, o avião de Tadeu também tem o nome de Josafat e todos os bispos sabem disso. Aquilo é a mesma Maná, com uma nova roupagem para poderem continuar a enviar o dinheiro a Portugal”, explicou Fleitas Gâmboa.
Dani Costa

No comments: